Terça-feira
21 de Maio de 2019 - 
"O fim do Direito é a paz; o meio de atingi-lo, a luta".

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,11 4,11
EURO 4,58 4,59

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Fortaleza, CE

Máx
32ºC
Min
25ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Fortale...

Máx
32ºC
Min
24ºC
Pancadas de Chuva

TJRS lança Projeto Precatório Eletrônico em busca de celeridade processual, segurança jurídica e transparência

TJRS lança Projeto Precatório Eletrônico em busca de celeridade processual, segurança jurídica e transparênciaDesembargador Carlos Eduardo Duro e Juíza Alessandra BertoluciO Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul lançou nesta quinta-feira o Projeto Precatório Eletrônico, com a presença do Presidente do TJRS, Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, em ato no Palácio da Justiça, no Centro Histórico de Porto Alegre. A partir de agora, o precatório que se inicia pelo modo eletrônico prosseguirá assim até o pagamento. Utilizando os recursos da informática, o TJRS busca conferir mais celeridade processual nessa área. O novo sistema elimina o tempo gasto com tarefas manuais e operacionais de processamento, como intimações, numeração de autos, juntadas de documentos e petições ao expediente. O Presidente do Tribunal de Justiça disse ser importante a concretização do direito do precatorista, o que só acontece com o recebimento do valor que lhe é devido pelo Estado, municípios, autarquias e fundações, após condenação judicial definitiva. O Desembargador Duro disse que a medida, além de celeridade, segurança e transparência, trará também economia de recursos e de pessoal ao Judiciário. A Juíza de Direito Alessandra Bertoluci, que coordena a Central de Conciliação e Pagamento de Precatórios, avaliou que o precatório eletrônico significa muita agilidade, na medida em que o advogado poderá protocolar o precatório do seu cliente estando em qualquer lugar, abreviando desde deslocamentos até a necessidade de cópias de documentos. Na manhã desta quinta-feira iniciou-se o protocolo dos primeiros precatórios eletrônicos, mediante envio eletrônico em parceria com a Corregedoria Geral de Justiça,  2ª Vara da Fazenda Pública, 1º Juizado Especial da Fazenda Pública e os escritórios de Advocacia  Barbieri Advogados S/S, Buchabqui e Pinheiro Machado - Advogados Associados,  Camargo & Giovaneli Advogados Associados S/S,Schorr Advogados e Portanova e Advogados Associados. O Projeto Precatório Eletrônico começou em maio de 2018 a partir da escolha do aproveitamento do sistema já existente - Prect - aliado ao eproc, o que possibilitou o desenvolvimento de um sistema com redução significa de custos financeiros e operacionais. Por força da Emenda Constitucional nº 99, de 14 de dezembro de 2017, os Estados e municípios devem saldar seus precatórios até 31 de dezembro de 2024. Os processos físicos de precatórios em tramitação poderão eventualmente serem digitalizados, dependendo de decisão futura.Presidente do TJ e Juíza da Central de Precatórios com servidores Entre outras autoridades e convidados, participaram do lançamento do Programa Precatório Eletrônico a Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Denise Oliveira Cezar; o Procurador Geral de Justiça, Marcelo Dorneles; o Subdefensor Público Geral, Antônio Flávio de Oliveira; a Procuradora Geral do Estado Adjunta para Assuntos Institucionais, Diana Sana; o Presidente da Comissão Especial de Precatórios da OAB/RS, Telmo Ricardo Abrahão Schorr; o Vice-Presidente da AJURIS, Orlando Facini Neto; o Desembargador Marcelo Bandeira Pereira , o Desembargador Glênio José Wassertein Hekman, o Diretor Geral do TJ, Ivandre Madeiros, Magistrados e servidores.EXPEDIENTETexto: Carlos Alberto Machado de SouzaAssessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arendimprensa@tj.rs.gov.br Publicação em Thu May 09 19:10:00 BRT 2019 Esta notícia foi acessada: 62 vezes.
09/05/2019 (00:00)

Escritório Emanuel Vieira

+55 (85) 988378187+55 (85) 998677928
Visitas no site:  14471
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.